Sporting 0-0 Nacional :: enviesado!



Admito que a vontade de escrever sobre o jogo de ontem não é muito. Estes jogos enviesados tiram-me do sério. Ainda assim tenho de deixar 3 notas sobre o jogo de ontem.

1. Público
Obrigado aos mais de 38 mil adeptos que tiveram presentes em Alvalade para assistir a mais um jogo do Sporting. Foram incansáveis no apoio à equipa, lembro-me bem de olhar para o cronómetro aos 88 minutos e as bancadas acreditavam que ainda era possível. Infelizmente não o foi, mas continuámos a ser os melhores adeptos do mundo!

2. Jogo do Sporting
Não foi o pior jogo da época como já li por aí. Realmente há gente que atira bojardas sem as pensar. Houve inclusive uns bons 20 minutos na primeira parte onde praticamos um futebol fluído e de alto nível. Na segunda parte o jogo do Sporting perde com a alteração para 4-2-4, Leonardo Jardim arriscou tudo no ataque, e só não teve sorte porque o árbitro não quis, mas ao mesmo tempo o meio campo ficou fragilizado e era com facilidade que a equipa do Nacional se colocava na nossa área de igual para igual.

É preciso também deixar uma palavra ao jogo do Nacional. Manuel Machado trazia a lição bem estudada, a equipa sabia perfeitamente que para anular o jogo do Sporting tinha de evitar os jogo dos laterais, foi conseguido pelas dificuldades de Capel e Carrillo, e que na defesa tinham de ser imperiais. E quando não o foram, o árbitro (e o fiscal de linha) estavam lá para acertar as agulhas.

3. Arbitragem
Não é pelo golo anulado, mal, visto que a suposta falta de Montero não foi sancionada, que a arbitragem foi péssima. Foi a dualidade de critérios, não mostrar amarelos quando devia (e um vermelho), permitindo que os jogadores do Nacional pudessem entrar na disputa de bola como quisessem. São estas formas irritantes de arbitragem que ao longo dos 90 minutos irritam a equipa que quer vencer e que na prática tornam o jogo numa luta desigual de 11 contra 14.

Perdemos 2 pontos, já tinha acontecido contra o Rio Ave da mesma forma e portanto, em Alvalade, os 4 pontos que nos foram retirados tiveram a ajuda directa dos árbitros. 

Caso contrário, estaríamos a dobrar o ano completamente isolados no primeiro lugar. Assim, apesar de companhia de Benfica e Porto, não deixa de ser um final de ano muito interessante para uma equipa que ainda terá, em 2014, uma palavra a dizer!

Comentários

Unknown disse…
Sobre o jogo da noite passada, só há a dizer que traziam a lição muito bem estudada. Quem?
O nacionalzito do amigo do porto, com o seu treinador que nunca vê faltas a favor do SCP (já do tempo do Moreirense, quando ele era treinador e o Moreirense marcou depois de uma gravata ao Silva) mas no golo do SCP conseguiu ver duas!? A operação que fez deve ter sido aos olhos. Em suma, uma equipa que fez faltas bem duras sobre jogadores chave do SCP, sob o "olhar" atento e complacente da pessoa que tinha o apito.
Mas esse sim, trazia a lição muito bem estudada e fez uma "excelente" exibição.
Venha o próximo, com a certeza que ainda temos 16 pessoas do apito pela frente.

Pedro O. disse…
estive em Alvalade (apesar de sócio, não tenho ultimamente sido muito "praticante") e aquilo que retirei do jogo foi:

- pouca dinamica
- pouca disponibilidade dos jogadores
- processos demasiado previsiveis
- Um Nacional a bloquear muito bem o jogo pelas alas do Sporting, com maior evidencia no nosso lado direito, onde Capel foi sempre convidado a ir para a linha e não permitiram que fizesse diagonais em posse.
- Não se por problemas fisicos ou não, mas André Martins foi quase um a menos durante a 1ª parte, a sua substituição ao intervalo seria inevitavel (parece que tem um problema num joelho), mas de facto sem aparecer, era dificil criar situações de superioridade ou de ruptura
- Fiquei negativamente surpreendido pela falta de disponibilidade do Montero (exagerando, diria que o ritmo que apresentou ontem, parecia o Bojinov nos melhores dias) e isso terá sido talvez o maior problema da equipa - apareceu pouco, quando era o avançadado que tinha de romper e decidir e não existiu quando Jardim lhe deu o papel de 2º avançado na 2ª parte e por inerencia tinha a responsabilidade de evitar que a equipa "partisse" e o meio-campo ficasse demasiado longe do ataque (julguei mesmo que quando o Mané ia entrar que o sacrificado fosse Montero, metendo o Eduardo mais por dentro e mantendo Capel na esquerda)
- Carrillo, depois das evidentes limitações do Jeferson, bloqueou, ficou sem ajuda e mesmo na direita, com Cedric (que não o ajudou muito), o rapaz sentiu-se perdido no Estádio
- Ao contrário do que li hoje nos jornais, não me imopressionou muito a quantidade de recuperações de bola do W Carvalho, quando a percentagem de passes falhados foi demasiado alta e as vezes que não saiu a jogar foram demasiadas para aquilo que já se exige
- Grande, enorme exibição do Adrien - pessoalmente, a léguas dos outros companheiros
- Agradavelmente surpreendido com Slimani - é mesmo forte no jogo aereo e foi muito competente no jogo partido em que é necessário receber e passar bem em situações de pressão - muito bem!
- No Estádio, até porque estava numa lateral oposta aonde o lance se desenrolou, não tirei nenhuma conclusão, quando hoje vi o lance, fiquei ainda mais chateado depois da exibição que sinceramente não me agradou. O lance é imaculado, não existe rigorosamente nada e sentir que apesar da exibição fraca, poderiamos ter saído com 3 pontos e isso revolta.
- por ultimo dizer não me identifico com o registo do presidente, não acredito que tiremos vantagens daquela postura e estou com Jardim - quando as exibições não são boas, pomo-nos a jeito destas coisas acontecerem, se as exibições forem convincentes, não há arbitro que nos tire as vitórias.

abraço!
José Duarte disse…
Pois é Pedro, mas o problema é que tanto o benfica como o porto, também não jogam sempre bem, mas normalmente lá aparece a "mãozinha" da arbitragem a dar uma ajuda.

E a nós, quando estamos menos bem, aparece a mesma "mãozinha" a retirar pontos.

Diferenças... bastante decisivas.

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A receita Bas Dost!