terça-feira, 29 de agosto de 2017

Futebol Feminino do Sporting estreou-se na Europa e saiu de cabeça erguida!

foto: Laszlo Szirtesi/Getty Images

É mais que justo dedicar algumas palavras ao futebol feminino do Sporting. Estiveram presentes na fase de qualificação de acesso à Liga dos Campeões, que terminaram eliminadas em segundo lugar do grupo com 2 vitórias e 1 derrota.

Obviamente que qualificarem-se para a Liga dos Campeões era a cereja no topo de um bolo recheado de uma época absolutamente perfeita. O futebol feminino do Sporting em 16/17 venceu tudo.

Curiosamente o jogo que acabou por ser decisivo foi o primeiro e logo contra a equipa mais complicada e que se qualificou directamente. A estreia nesta competição foi contra o BIIK Kazygurt, sentiu-se a pressão do primeiro jogo, num jogo que começamos a perder, aos 7 minutos, e acabamos a perder também a 7 minutos do final. Pelo meio, Diana Leite marcou o primeiro golo de sempre, e que se espera de muitos, do Sporting nas competições europeias.

Os jogos seguintes já em conta com dois factores naturais desta competição: os nervos, que foram desaparecendo e a qualidade, óbvia da equipa, foi subindo. Por isso MTK e Hajvalia foram derrotados por 2-0 e 4-1 com alguma naturalidade.

O primeiro lugar do grupo não foi possível e o melhor segundo, visto que só contavam os pontos e os golos contra 1º e 3º também não aconteceu, sabendo-se que tivéssemos empatado contra o Kazygurt e teríamos sido primeiro (o Nuno Cristóvão referiu no final do jogo que ficávamos em segundo, mas na realidade vencíamos o grupo).

De qualquer forma, embora com o objectivo de qualificação falhado, o futebol feminino do Sporting deu o melhor de si e soube transportar com mestria a camisola que as nossas jogadoras envergam em cada jogo.

Passada que está esta fase, recuperar fisicamente é sem dúvida o próximo trabalho de Nuno Cristóvão, porque no próximo domingo em Coimbra há um título para conquistar. Joga-se a Supertaça Nacional diante do Braga.

Sem comentários: