domingo, 24 de setembro de 2017

Duas breves notas sobre Bryan Ruiz



Ontem Bryan Ruiz no seu site oficial emitiu uma espécie de comunicado em que falava sobre a sua situação no Sporting. Apenas duas breves notas sobre esse texto.

A primeira em relação ao que o jogador diz sobre o nosso clube. Não pode espantar ninguém. Desde que chegou a Portugal e que enverga a nossa camisola que tem sido um Senhor. Recordo-me sempre das últimas idas para encontros oficiais da sua Selecção, em que está proibido de falar do Sporting, e da consequente situação em que se encontra, na forma correcta a que se refere ao nosso clube.

Obviamente, Bryan Ruiz sabe que grande parte dos adeptos, uma grande parte mesmo, não tem dúvidas da sua qualidade enquanto ser humano e, claro, jogador. Por isso mesmo diz o que diz sobre nós, como a imagem ilustra este texto.

Já tinha escrito sobre aquilo que pensava em relação ao jogador para a época 17/18 e não me vou repetir, mas ficarei sempre agradecido por ele ter passado pelo nosso clube e mantenho que sou um apaixonado pelo futebol de Bryan Ruiz. Adorei a sua contratação, aliada ao facto de possuir características técnicas que não encontrávamos no plantel do Sporting. Provavelmente, actualmente ainda não encontrámos (isto foi escrito em Julho, Acuña e Bruno Fernandes não estavam no plantel).

A segunda nota é que o Sporting é um clube de futebol, no qual muitas vezes nós olhámos para o romantismo e esquecemo-nos do pragmatismo.

Se o Sporting, e parece confirmar-se, tinha 3 propostas para Bryan Ruiz, e já tinha decidido que o jogador não era um elemento a contar para a época 17/18, obviamente, o clube ficará decepcionado se não conseguir colocar o jogador noutro local, principalmente porque além de não jogar, está a pagar-lhe o vencimento.

O que se pode esperar, e sinceramente, parece-me que o texto de Bryan Ruiz vai nesse sentido, é que ambas as partes irão tentar encontrar, por esta altura, o melhor caminho para o jogador e que seja satisfatório para ambos.

Espero, sinceramente, que o Sporting permita que Bryan Ruiz treine nas nossas instalações e faça o necessário para que o jogador continue em forma. Ruiz, o Bryan, não é Carrillo, o Andre. As diferenças em todo o processo e no comportamento do jogador são completamente distintas. O Bryan Ruiz sempre, no que nos é visível, respeitou o Sporting.

Compreender a posição do Sporting é aceitar a realidade que Bryan Ruiz não conta para esta época. As avaliações fazem-se no final da época, é aí que analisámos as escolhas de Direcção e Treinador na construção da equipa para atingir os objectivos.

Fecha-se, quase por completo, o episódio Bryan Ruiz. Que a sorte dele, seja a nossa porque um activo é um activo seja em que momento for!

Sem comentários: