terça-feira, 12 de setembro de 2017

Olympiacos 2-3 Sporting :: inferno grego silenciado!

foto:  LOUISA GOULIAMAKI/AFP/Getty Images


Que grande vitória do Sporting na Grécia. Três pontos importantíssimos e um encaixe financeiro sempre vital para o equilíbrio das contas, que se pretende, tendo em conta o investimento que foi efectuado esta época na equipa.

O início de jogo dificilmente poderia ter sido melhor. O Sporting marca no primeiro minuto de jogo por Doumbia. Ainda ontem no Sporting160 que gravámos se falou na possibilidade quase certa do Costa Marfinense ser titular. E foi, e marcou!

Aos 13' minutos Gelson, completamente isolado, após assistência de Doumbia, colocou o resultado em 2-0.

Aos 19' Bruno Fernandes atira ao poste. Aos 20' Doumbia quase desvia para golo, aos 23' Coates permitiu a defesa de Kapinos, parecia um golo fácil, aos 39' Gelson Martins atira à barra, nova assistência por Doumbia.

Aos 42' Bruno Fernandes faz o 3-0, picando a bola por cima do guardião do gregos, a assistência é primordial por Coates.

O intervalo chega com uma vantagem de 3 golos. Tudo parecia encaminhado para que os 3 pontos seguissem caminho para Portugal.

Durante todos este caudal ofensivo, a RTP, principalmente um dos seus comentadores, passou o jogo todo a agoirar. Ora, primeiro poderia vir um golo, isto entre o primeiro e décimo terceiro minuto, depois poderia acontecer algo como em Santa Maria da Feira, isto entre os minuto catorze e o minuto 41 e depois...já nem sei, tal o ridículo a que se estavam expôr.

A segunda parte traz um Sporting mais calmo, mais controlador do jogo, onde se notou, claramente, que William Carvalho está contrariado por estar num clube que joga a Liga dos Campeões, quando poderia estar em Inglaterra sentado no sofá a ver as grandes equipas europeias a jogar.

Jorge Jesus começou a descansar os jogadores, Doumbia saiu para entrar Dost, Gelson saiu para entrar Bruno César. E antes do apocalipse chegar, ainda atirámos mais uma à barra. Foram 3!

O Sporting tem uma desatenção entre o minuto 89 e 91, sofre dois golos. 

Custa-me, tendo em conta a grande vitória, estar a crucificar apenas um jogador. Mas é óbvio que Jonathan foi o elo mais fraco.

Espero que JJ veja o vídeo do jogo, fale com os seus jogadores e acerte as agulhas porque estes dois últimos jogos poderiam ter sido vitórias fáceis e acabamos com princípios de arritmia. Desnecessário!

O apocalipse, afinal, não chegou. O Sporting venceu. 

Nada está ganho, nada está perdido. Mas sabe bem vencer na Europa do futebol, na competição mais importante do mundo de clubes.

Sem comentários: