quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Porto 1-0 Sporting :: regresso às Antas!

foto: Gualter Fatia/Getty Image

Quando Jorge Jesus chegou ao Sporting uma das características que eu esperava ver alterada, assim que a equipa tivesse qualidade, era que o nosso clube passasse a jogar de igual para igual com os outros dois rivais, sempre olhos nos olhos, fosse em Alvalade ou Luz/Dragão. Isso de facto aconteceu. No entanto, esta época, parece que não há confiança naquele que, provavelmente, é o melhor plantel da era Bruno de Carvalho na Presidência do Sporting.

Ontem, na Antas, com José Pratas a apitar o jogo, não percebi porque raio Jorge Jesus entrou com uma equipa num esquema tão diferente do habitual com receio de ser feliz. Vou deixar esta nota aqui para não haver dúvidas e para que não haja desculpas no final da época: o Sporting não é nada inferior ao Porto e ao Benfica, tem equipa suficiente para ser campeão, sabendo, no entanto, que no final só um poderá ganhar e que se espera que seja, por esta altura, o que menos falhar (em qualquer competição).

São precisamente essa falhas que nos estão a tirar a confiança. À equipa, aos adeptos, ao treinador e, pelo que vejo da última publicação de Bruno de Carvalho no Facebook, até ao Presidente. 

O Sporting entrou no Dragão com um esquema idêntico ao que apresentou em Barcelona para a Liga dos Campeões com uma ligeira alteração na frente, em vez de Alan Ruiz estava Doumbia. Na prática, o efeito foi o mesmo. Se Alan na altura esteve apagado, Doumbia apagado esteve. Há um problema que não foi resolvido no mercado de inverno, Dost não tem substituto na posição de ponta de lança.

Claro que todos dirão, "mas Jorge Jesus jogou assim para conter alguma pressão que o Porto fosse exercer, fruto do meio campo rápido e móvel, com maior pujança física". OK. Mas o Sporting naquele esquema táctico demorou a reagir, porque raramente joga daquela forma e, curiosamente, quando é jogou melhor? A partir dos 30 minutos da primeira parte quanto atinou com o esquema usado, isto depois do Porto ter algumas oportunidades claras de golo, apesar de aos 40' Ristovski ter tido uma oportunidade incrível para marcar, e na segunda parte quando voltámos ao esquema habitual e podíamos facilmente ter marcado, a do Ruben Ribeiro para Doumbia é escandalosa.

Há pelo menos uma boa notícia na noite de ontem, o regresso de Gelson Martins. Notou-se que ainda estava abaixo do rendimento habitual, ainda assim, é um jogador com muita qualidade e viu-se na dificuldade dos homens do Porto em conseguir parar o jogador do Sporting e terá de ser através da sua criatividade que o Sporting irá dar um pontapé aos maus resultados, a começar já no próximo domingo diante do Feirense em Alvalade.

A segunda mão da Taça de Portugal em Alvalade apenas se jogará em Abril, no dia 18, uma quarta feira sem hora ainda marcada. 

O Sporting tem capacidade para virar o resultado e será isso mesmo que todos esperamos para podermos marcar presença na final da Taça de Portugal no Jamor.

Sem comentários: