Portimonense 4-2 Sporting :: há coragem para a decisão certa?

foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP/Getty Images



Não há muito a acrescentar à vergonhosa exibição do Sporting. Quero deixar já claro que o Portimonense, apesar de estar em último à entrada para este encontro, fez um grande jogo. Belíssima partida, justo vencedor e, certamente, a praticar este futebol, a actual posição na tabela classificativa será passageira.

Não interessa mais bater na táctica, no duplo pivot, nos que não jogam no meio campo Battaglia, Bruno Fernandes ou até mesmo o apagado e escondido Gudelj. Não interessa se Salin, a quem desejo as melhoras pela lesão hoje sofrida, ou Viviano disputam o lugar. Não interessa se Nani deve ou não ser titular, se Montero sozinho não servirá para tudo. Nada disso interessa!

Sabemos, ou pelo menos, eu sei, mantenho o que tenho sempre dito, não conto que o Sporting seja campeão. Duvido que com a pré-época que fizemos e má preparação da época isso fosse possível, mas, pelo menos tem de haver dignidade e a equipa tem de comer a relva em todos os jogos. Depois se vence todos os jogos que precisamos será outro assunto.

Há um decisão que precisa de ser tomada urgentemente pela nova direcção do Sporting. Já foi um erro, e disse-o durante várias semanas antes das eleições, e até brinquei com o facto de Pedro Madeira Rodrigues ter sido o único a falar disso, quem diria, que o Sporting não devia e sobretudo não fazia sentido contratar José Peseiro para a nova época. A solução interina tinha sido melhor, e não tinha resultados piores que estes, e depois a nova direcção com calma contratava quem serviria melhor os nossos interesses.

Conversa de quem ninguém ia aceitar o desafio e todo o relambório que se montou em torno disso é ridículo e os resultados estão à vista. José Peseiro não é, nunca foi, não será treinador com ambição para o Sporting.

Frederico Varandas só tem um caminho possível, tem de ser agora que o campeonato vai parar, ainda vamos no início, que é despedir José Peseiro!

O Sporting não tem, repito o que disse em cima, e já noutras ocasiões, equipa/jogadores para vencer o título este ano, mas há tempo ainda para fazer um campeonato com dignidade!

Comentários

Relva disse…
Tenho de concordar