Sporting 3-0 Boavista :: a noite de Nani!

foto: Gualter Fatia/Getty Images


Finalmente um bom jogo do Sporting e uma vitória tanto folgada quanto justa. O Sporting voltou às vitórias no campeonato e recolocou-se na luta pelo primeiro lugar, apesar de estar actualmente no quinto lugar mas a apenas 2 pontos do topo da classificação.

Não há dúvidas que o campeonato nacional, nesta altura, está nivelado por baixo. Reparem que se tivéssemos ganho em Portimão, algo que esteve completamente ao nosso alcance, estaríamos isolados no primeiro lugar. Se a nossa expectativa, ou pelo menos a minha, é baixa em relação ao que podemos fazer neste campeonato nacional, por tudo o que sabemos, não vale a pena andar sempre a repetir, pelo menos percebe-se que os nossos adversários têm andado a falhar muito e daí o nível do campeonato. Já agora, não confundam expectativa com exigência, esta última deve ser obrigatória e estar na nossa missão, sempre.

Relativamente ao jogo de ontem queria referir 3 aspectos.

Nani foi o homem do jogo. É neste tipo de jogador que ontem vimos, que nos pode ser muito útil, que devemos apoiar o nosso jogo e colocar alguma responsabilidade. É ali, dentro de campo, que Nani tem de colocar a energia que tem, seja no plano táctico, seja na liderança da equipa. Se quer "gastar o seu latim" que o faça dentro das 4 linhas e nunca fora delas. Além de ser um exemplo para os mais novos (não necessariamente em idade), tem um experiência comprovada noutros campeonatos que pode ser muito útil. Ontem foi e valeu-lhe 2 golos!

Diaby, às tantas, não é assim tão tosco. O adepto Sportinguista é terrível quando está na posição de avaliar os jogadores recentemente contratados. Muitos "mataram" o jogador, muitos trataram de colocar em causa o valor da sua transferência, somos implacáveis com os nossos. Eu percebo porquê. Estamos "queimados" com muitas experiências sinuosas do passado. Eu também me coloco neste "somos", mas por vezes, precisamos de olhar para as condições e perceber que, sendo cedo para saber se Diaby é ou não jogador para o Sporting, é necessário dar-lhe as condições necessárias para que possa ter sucesso. Por exemplo, Jogar a extremo, ou jogar mais que 5 minutos, entre os minutos 88 e 93 de cada jogo. Com Montero, Bas Dost e Diaby há mais soluções para complementar Raphinha e Jovane, suportados por Nani e Bruno Fernandes, no sentido de melhorar nosso sector ofensivo. Ontem pode ter sido um primeiro passo.

Falar de Mathieu é repetir aquilo que todos sabemos, a defesa do Sporting é mais sólida, a saída para o ataque é mais inteligente. Não sei descrever de outra forma a importância do Francês na nossa equipa. Dizer isto é quase tudo, Jérémy Mathieu é absolutamente fundamental em qualquer 11 que o Sporting escolha para entrar em campo e quase arrisco que será sempre ele e mais 10. Ao seu lado, tanto Coates, como André Pinto funcionam bem, mas o mais importante é que o futebol do Sporting, lá atrás e na construção inicial de jogo ganha e muito com Mathieu em campo. 

Juntando estes 3 factores à inteligência de Montero em campo, à vontade que demonstrou Bas Dost quando regressou ao relvados e se voltarmos a ter o Bruno Fernandes que conhecemos, é claro que a equipa tem tudo para render mais, mesmo com José Peseiro.

Quarta feira à noite há jogo para a Taça da Liga, o treinador do Sporting demorou muito a efectuar as 3 substituições, espero que tenha a capacidade entender a competição que vamos jogar a meio da semana como secundária, é para vencer, como em tudo o que o Sporting entra, mas com oportunidades para jogadores que têm tido poucas oportunidades!
  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A actual Direcção do Sporting deve marcar uma AG para ouvir os sócios. Já!

Macron, Nike, quem para o Sporting?

Obrigado, Ristovski!