Sporting 2-1 Moreirense :: suficiente mas de pouca qualidade!

foto: Gualter Fatia/Getty Images

Nem o pavilhão enche, nem o estádio regista assistências dignas para um clube como o Sporting. Já o referi na semana passada, quando jogámos o clássico, volto a referir hoje porque 30 mil num jogo em Alvalade às 18h de sábado é pouco. Muito pouco!

A vitória do Sporting não oferece contestação, apenas Rui Costa, o árbitro esteve a mais num jogo bem jogado por duas equipas que queriam vencer. Saudação especial para o Moreirense que nunca deixou de tentar e acreditou que, na intranquilidade do Sporting, era possível sair de Lisboa com pelo menos 1 ponto.

Keizer no final do jogo foi directo em relação ao que se passou durante os 90 minutos. "Não fizemos uma boa segunda parte", "Sofremos o 2-1 e depois a equipa não esteve bem com a bola", "Normalmente quando fazemos o 3-0 é fácil, mas as coisas correram de forma diferente e tivemos de lutar até ao fim". Gosto desta atitude de quem não foge às suas responsabilidades, coisa que por exemplo Peseiro não fazia e Jorge Jesus muito menos, especialmente na última época.

No entanto, há alguns pontos que não percebo nas convocatórias do Keizer e na abordagem ao jogo. 

Miguel Luís e Jovane desapareceram das convocatórias e, quase, do mapa. De Miguel Luís não percebo, sinceramente, de Jovane estará, ao que se fala, relacionado com o agente ser o mesmo de Tiago Djaló que irá sair do Sporting a custo zero. Realmente há um problema grande em formar jovens jogadores a terem respeito pelo Sporting, e a com situação de Djaló a ferver, o jogador aparece em fotos com Rafael Leão. Nada contra as amizades, mas é sintomático de um Sporting escaldado destes momentos e ainda a roçar o gozo.

Depois Diaby continua a ser titular. Contra o Porto em Alvalade foi o que se viu, ontem mais 94 minutos incompreensíveis. Já tentei analisar a qualidade de Diaby e da possibilidade de ser uma mais valia para o Sporting, escrevi-o aqui no blog, mas começa a ser complicado pensar que anda a "roubar" lugar a jogadores melhores. Raphinha, ontem entrou, não esteve 27 minutos a aquecer, pelo menos nisso Keizer melhorou. Esteve num golo limpo do Sporting anulado pelo árbitro e pelo VAR de forma irresponsável.

Por fim, Bas Dost está a passar um momento complicado no Sporting. Não está a atinar com a baliza e a bola parece que tem pregos. Acontece. A todos. Não está em causa a qualidade de Dost, dos melhores pontas de lança que passou em Alvalade, mas, não estando a passar um bom momento e, aparentemente, o Sporting tendo uma solução no banco deveria o nosso treinador aproveitar. Luiz Phellype agradeceria com toda a certeza.

Não sei se estes três pontos seriam suficientes para o Sporting fazer um jogo melhor e vencer com maior tranquilidade, mas é um diagnóstico que o treinador tem de fazer a par das palavras após o apito final. Foi um Sporting suficiente mas de pouca qualidade!

Continuamos ligados à máquina no campeonato. Na próxima quarta em Braga há Final Four da Taça da Liga e o Sporting terá de jogar muito mais se quiser marcar presença na final de sábado!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A actual Direcção do Sporting deve marcar uma AG para ouvir os sócios. Já!

Macron, Nike, quem para o Sporting?

Obrigado, Ristovski!