Feirense 1-3 Sporting :: sofrível mas suficiente!

foto: Luís


A vitória de ontem do Sporting diante do Feirense adicionou mais uma certeza à que já conhecíamos para esta época 2018/19. A primeira é que em sistema de eliminatórias o Sporting vence quando chegámos aos pénaltis, a segunda certeza é que o Sporting em Santa Maria da Feira vence sempre, já lá vão 3 jogos (Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga).

O resultado que ontem conquistámos de 3-1 acaba por ser mais enganador do que parece. A verdade é que o Sporting não começa muito bem o jogo, aos 21' ainda não tinha rematado à baliza adversária, e Renan falha clamorosamente num lance que poderia ter dado o primeiro golo do Feirense. O VAR anulou por falta sobre o guardião, mas na realidade não houve falta nenhuma, mesmo o fora de jogo que se possa reclamar do lance, não é totalmente perceptível (desvio no primeiro poste). Renan oscila entre o 8 e o 80. Ora tanto falha de forma inacreditável, como neste canto, como faz defesas fantásticas que mantêm a equipa viva. Dificilmente será guarda redes para ser titular no Sporting!

Quando o intervalo estava para chegar e um pouco sem contarmos, Wendel cabeceia para um desvio de Briseño que introduz a bola na sua própria baliza. O Sporting chegava ao intervalo a vencer com muita sorte à mistura.

Keizer que esta semana se veio queixar do ataque à Academia e da relação com a produtividade da equipa tem de começar a pensar mais pela sua cabeça. Duvido, como já tinha dito em textos passados, que o nosso treinador fale por vontade própria algumas coisas que diz e desconfio de certas opções para a equipa.

A insistência em Diaby, mesmo que este tenha assistido para um golo, por detrimento de Raphinha, ou o lugar cativo de Gudelj, são opções muito, mas muito estranhas para não dizer outra coisa.
Aliás, Raphinha este ano tem sofrido na pela alguma descontrolo do técnico holandês. No clássico contra o Porto em Alvalade esteve 27 minutos a aquecer, desnecessariamente, ontem entrou a escassos minutos do final do jogo quando estava à bica para o quinto amarelo. 

A segunda parte é dominada por dois factores: qualidade de Bruno Fernandes e eficácia.

Bruno Fernandes marcou dois golos, carrega a equipa às costas e nós terminámos o jogo com 4 remates à baliza e 3 golos.

Finalmente Keizer colocou Francisco Geraldes em campo e logo se percebeu como há outra soluções igualmente importantes para o esquema táctico do Sporting, mas  teimou em deixar Bas Dost arrastar-se até ao final do jogo. 

Num fim de semana em que o líder do campeonato perdeu 2 pontos, ainda tive a possibilidade de ver o Tondela diante do Vitória SC e pergunto-me...com raio perdemos 6 pontos contra estas duas equipas? Podíamos estar a 3 pontos da liderança!

Comentários

António Gomes disse…
Haver obstrução ao GR não é falta???

O jogador do feirense só se preocupa em não deixar o GR chegar à bola, e ISSO PARA MIM É FALTA em todo o lado.. Se o jogador do feirense tentasse ir à bola ainda se percebia o que dizes, mas NÃO, o jogador do feirense abre os braços e apenas faz obstrução ao GR, não o deixando saltar, tanto que ele vai parar dentro da baliza.
Carlos Barros disse…
Continuo a achar que há uma falta que ng viu no golo anulado. Mas só quando chegar ao meu computador na RTP é que posso dizer se é ou não isso: o jogador que entra a saltar mais perto do primeiro poste, mete a bola dentro com a mão direita. Só há uma imagem que parece mostrar isso.
andrzej disse…
Se alguém ainda acha que o ataque a Alcochete não condicionou e continua a condicionar esta época é que precisa de pensar pela sua própria cabeça. Fazem pouca falta os jogadores que perdemos, fazem.