A receita Bas Dost!

foto: Carlos Rodrigues/Getty Images


O Sporting logo à noite recebe o Braga. Quero a vitória, preciso da vitória, nem que o golo da vitória seja marcado pelo Renan. Claro que depois poderíamos analisar porque raio o golo teria sido marcado pelo guarda redes. Provavelmente, porque vamos para a segunda jornada do campeonato nacional com apenas um ponta de lança e um outro avançado. Vendemos Bas Dost, o nosso melhor goleador, no top 10 da história do clube.

A venda do Bas Dost foi preparada de forma concertada para enganar quem quiser ser enganado e eis a receita:

Preparar os ingredientes (5 minutos). 
Foi passada a ideia que o jogador não encaixava no esquema táctico de Keizer e que, a par de evidentes exibições abaixo do normal que estaríamos habituados, como praticamente toda a equipa do Sporting, era urgente procurar alguém que entrasse no esquema do actual treinador. O problema estava identificado e Bas Dost era o alvo escolhido!

Juntar e deixar a marinar (15 minutos)
"É o jogador mais caro da Liga Portuguesa". Ainda há uma semana disse no podcast Sporting160 que só em Portugal se faziam notícias destas sem contar com o rendimento desportivo. E os comentadores que agora lançaram estas suspeitas, insinuações baratas e plenamente de acordo com certas directivas, noutras alturas, quando dava jeito aproveitar o rendimento do jogador para atingir outros fins, não perdiam tempo. Mas os "cata-ventos" ainda têm muita força no futebol nacional, especialmente no televisivo!

De seguida junte uma boa dose de ignorância (10 minutos)
Vou apenas a factos. Indesmentíveis!

Bas Dost fez 127 jogos pelo Sporting, marcou 93 golos. Vou voltar a repetir...93 golos! Em Portugal, no Sporting, com esta performance diria que nos últimos 40 anos só Jardel poderia superar uma marca com esta qualidade. A cada 107 minutos o internacional Holandês marcava 1 golo.
Não gosto de fazer muito este tipo de comparações, mas Jonas, ainda que com muitos saltos para a piscina, em 183 jogos no Benfica marcou 137 golos. Ou seja, 0,75g por jogo, contra 0,73g do goleador do Sporting e demorava 95 minutos a fazer um golo. Nada mau, nem para um, nem para o outro. Agora vejamos como cada um deles saiu do seu clube!

Servir e está pronto a comer!
Bas Dost foi vendido e rendeu 20 milhões. Somos o único clube que junta um valor de transferência com os ordenados que poupamos e esquecemos o potencial rendimento que ainda podia ter.
E sabem porque isso aconteceu lançado tudo no timing certo espalhado em toda a comunicação social? Porque o negócio ia ser fraco para o clube e era necessário arranjar uma narrativa que encaixasse nisto tudo. 

A receita há dias que estava em preparação. Come a refeição quem quer!

Comentários

carlos disse…
Errado: nem 10M€ rendeu...
Bancada de Leão disse…
errado quem? o quê?
eu não falei em valores. os 20 milhões era o que vinha nos jornais de forma absurda.

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A nova grelha da Sporting TV