Paços de Ferreira 1-2 Sporting :: três pontos conquistados de galochas!



O Sporting venceu e conquistou os três pontos. Não foi mais uma vez um grande jogo, mas é importante atingir o fundamental que passa pelas vitórias. Silas sabe disso, os jogadores sabem disso e os adeptos têm de perceber isso. Vencer, encurtar distâncias para os primeiros lugares é vital para o que ainda podemos fazer na Liga Portuguesa. Embora na minha opinião a luta pelo primeiro lugar é muito complicada.

Cheguei relativamente cedo a Paços de Ferreira, ali pelas 18h15 já me encontrava nas imediações do estádio. Pouquíssima gente, encontrei-me com o amigo Zé Luís para uns panados e cerveja. Arrancamos para a nossa porta a 50 minutos do início do jogo e foi desolador ver o cenário que ali encontrámos. Poucos Sportinguistas, pouca emoção, pouca alma. Recordei-me de tempos longínquos que não pensaria voltar a encontrar. Quando faltava meia hora entrei no estádio e estariam na nossa bancada menos 50 pessoas. Desolador!

O Sporting a Norte neste início de época 19/20 é um Sporting que não arrasta ninguém a não ser os tradicionais adeptos que ano após ano estão quase lá sempre: as claques, alguns adeptos locais e os tradicionais Sportinguistas do Norte que nunca desistem. Já sabemos que o tempo não era o melhor, mas a chuva nunca pode ser condição para ir a um jogo de futebol. Aceito quem se desliga completamente e não quer lá meter os pés, mas de resto, na minha mais modesta opinião é necessário separar o que queremos da equipa do resto das situação directiva. Ainda assim na tal bancada que estava a falar em cima, durante o jogo estiveram entre 500/600 adeptos. Falo apenas da bancada atrás da baliza para adeptos do Sporting e que o Bruno Fernandes teve medo de vir festejar o golo e no final do desafio os jogadores ficaram fora da área a bater palmas como se os adeptos que ali estavam, eu incluído, tivéssemos lepra. Adiante!

O Sporting venceu, tal como comecei o texto, sem que haja dúvida para a sua justiça. Embora isso no futebol valha muito pouco. Ainda não vi os lances na televisão mas acordei hoje de manhã a perceber que andam a insinuar que o Sporting tinha ganho com ajuda de um pénalti que, a ver pelo que se anda a escrever, foi "comprado". Ao que chegamos!

Mas se dos adeptos rivais já nada me espanta, são rápidos a premir o gatilho para disparar contra os outros, dos nossos adeptos vejo uma quantidade de gente a tentar ligar este pénalti a uma acordo entre Varandas e LFV para manter esta direcção. A discussão no universo Leonino por vezes ultrapassa e atinge níveis estratosféricos de alucinação. Sinceramente!

Eu quero que o Sporting ganhe sempre. Festejarei sempre e nunca irei querer que o clube perca para que uma direcção caía. Se assim fosse, se esta direcção caísses apenas porque os resultados desportivos ajudam, quer isto dizer que os problemas desta direcção são apenas futebol. Não são. E é aí que se tem de distinguir. A avaliação é por um todo mesmo que o futebol seja o motor dos resultados desportivos.

O Sporting venceu, mesmo sem jogar muito bem, porque foi competente. Se na semana passada por exemplo Jesé e Acuña estiveram muito bem, nesta semana não foram tão importantes, mas outros apareceram, como Ristovski ou até Eduardo, fruto do que me parece trabalho de Silas para construir uma equipa à sua imagem com os jogadores disponíveis e que não foram contratados por si.

O Sporting venceu um jogo em Rui Costa decidiu amarelar (quase) toda a nossa equipa sem razão aparente. 

O Sporting venceu por foi melhor. Agora no domingo vamos a Tondela e, como é habitual nos últimos anos, cada jogo é uma final porque estamos atrasados em relação aos principais candidatos e não há margem para (voltar a) falhar!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A receita Bas Dost!