terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Blackout decretado, Marco Silva não pode sair!


O Sporting decretou blackout. Durante um período, apenas as plataformas oficiais do clube (jornal, tv e redes sociais) irão ter acesso a informações relevantes do Sporting, bem como as que são obrigatórias nas diferentes competições em que intervimos.

Não sou fã, por princípio, deste tipo de práticas. A liberdade de imprensa é algo que permite a difusão de diferentes pontos de vista. Supostamente, incentiva o debate e promove a discussão de ideias, e diz-se, que quando bem aplicada até permite evitar tensões e conflitos.

O Porto fê-lo em 2010 contra o jornal A Bola. Nos finais de 80/90 eram uma prática comum.

Há jornalistas, como ainda ontem vi numa aberta discussão no twitter, que dizem que são medalhas para os presidentes que as decretam.

Quando o Bruno de Carvalho foi eleito Presidente do Sporting, das coisas mais faladas para o futuro da sua direcção foi a comunicação. A que iria ser feita do Sporting para os sócios, muito melhorada, e, a relação que o clube iria ter com os órgãos de comunicação social. Foram muitos os que pediam medidas extremas para com os principais meios de comunicação, pedindo mesmo a sua proibição de entrada em Alvalade. Estou curioso por ler/ver o que dizem alguns que pediram essas medidas!

Não aconteceu essa proibição, e de certa forma a direcção foi conseguindo ganhar alguma paz entre o Sporting e certos meios de informação. Até que, desde a célebre partilha de estado no Facebook por Bruno de Carvalho e aquele programa na Sporting TV com os jornais que a coisa começou a descambar.

Não sendo fã do blackout, como em cima disse, mas estando ele em vigor, espero que pelo menos durante este período haja razoabilidade para perceber que há certos assuntos que são tratados em "casa". O Sporting precisa de um presidente forte e lutador pelos princípios que regem o nosso clube e não tem de passar todo o tipo de informação cá para fora.

Ninguém está acima do clube, nem presidente, treinador, jogadores, funcionários ou sócios/adeptos. Mas todos têm de ser capazes de ver o que é melhor para o clube. Marco Silva, sendo um "empregado" do Sporting é, actualmente, a melhor solução para ter no banco do clube. Farto de Jesualdos, Domingos, Couceiros ou Vitor Pereiras (com todo o respeito que me merecem).

Haja capacidade entre presidente e treinador para perceber isso e assumir que a melhor solução é aquela que não prejudica o Sporting. Menos discussões na praça pública, mais entendimentos onde eles se devem realizar: dentro de casa!

9 comentários:

RG disse...

Teu padrinho é o maior! Sempre em grande.

Joao Nisa disse...

So BdC despedir o Marco Silva entrego o meu cartão de sócio. Começo a ficar farto destas palhaçadas. Com o plantel que temos, queria o quê? Contratasse em qualidade e não em quantidade!

Bancada de Leão disse...

Olha o RG...só apareces mesmo nos maus momentos e ainda dizes que és Sportinguista...bem vejo a tua ação no Twitter....

fartinho deles!!! disse...

LAMPIAOZINHO!!!

Leo Filo disse...

Sim, o Blackout resolve todos os problemas!!
Até porque foi a comunicação social que inventou a mensagem no face do "adepto Bruno" e a entrevista do presidente. Foi tudo invenção da CS desta vez!
Até as contrações falhadas foram feitas e aconselhadas pela CS! E foi a comunicação social que celebrou um contrao de 4, repito, 4 anos com MS.
Quem tem andado mal, nesta novela (alguns diziam que as novelas tinham acabado, que o diga "o egipcio"), não foi certamente MS.
Mais do que a capacidade de MS como técnico, o grande problema de BC é que o plantel está clara e obviamente do lado do treinador. A sua saída não poderá trazer, neste momento, nada de bom.
Mas BC tem sempre razão! Já temos um presidente adepto, já deu uns chutos na bola, qualquer dia quer ser o presidente treinador... e escolher quem e como joga... ou será que já é isso que pretendia e MS não deixou?!

Aboim disse...

Para e por quê fazerem uma tempestade num copo de água? Ao fazê-lo estão a fazer o jogo da caverna que domina a Liga e que já se viu abandonar a Taça e ter que deixar de utilizar os tais "fundos"! E isso nunca o perdonarão ao BdC! Sportinguistas a sério não se deixem levar! Bom Natal para todos desde algures na Espanha.

Aboim disse...

Confesso que tive grandes dificuldades para inserir um comentário neste espaço que descobri há escassos días e que ando a tentar assimilar o que, dada a minha avançada idade, nem sempre é fácil! A demasiada importancia que a CS (RTP incluida) não passa de um subterfúgio para que se esqueça rápidamente a forma como se estão a comportar as duas equipas recentemente casadas! Eu, muito mais velho que BdC, já o tinha descoberto há varios anos! Aquí na Espanha o problema é quase igual e é a CS que tenta influenciar a opinião mas acreditem que se é verdade que os árbitros podem falsear resultados e exibições o mesmo não se passa com esses jornalistas quase todos feitos à pressa! Leiam um artigo do Sérgio Pereira no Maisfutebol de hoje e compreenderão melhor do que estou a falar!

Aboim disse...

Como que para estar seguro que aprendi a emitir comentários neste espaço aquí vai mais um! A idade e a experiência que ela ajuda a adquirir ajudaram-me a pensar que BdC é uma pessoa muito inteligente e parece-me que MS também o é sendo que ambos ultrapassam, e por grande margem, os correspondentes da concorrência. Não creio minimamente que BdC esteja a tentar copiar Pinto da Costa
autor duma fuga (não de Bach) para Vigo! Ele sabe o que está a fazer e estou plenamente convencido que entre BdC e MS existem muitas conversas constructivas! Acredito também que os jornalistas desportivos portugueses (tal como os outros) necessitam de, pelo menos, um estágio de formação num outro qualquer país mais civilizado e a escolha nem sequer é difícil! Não estou a ofender Portugal, espero! Mas essa é a mina maneira de pensar!

Aboim disse...

Continuo sem saber quem é o cabeça deste blog. Uma pequena definição quase urge! Eu vou tentar definir-me para não ser acusado do mesmo delito. Nasci em Portugal mas vivo fora dele há quase 50 anos! Durante muitos anos nem sabia o que se passava em Portugal e até deixei de seguir o campeonato portugués do qual só conhecia os resultados à terça feira! Desde 2003 liguei-me à Internet e aos serviços da RTPi! Fiquei com a impressão de reencontrar o meu País mas nunca tive o acesso ao voto e não me posso sentir culpado pelo que penso que se passa no país onde nasci. Desde ontem sou sócio do Sporting que já não vejo jogar (ao vivo) desde um Sporting-Varzim dos anos 1990! Mas ser sportinguista é como andar de bicicleta: nunca se esquece!