domingo, 15 de março de 2015

Marítimo 0-1 Sporting :: resultado justo!


Jogar bem é algo que qualquer adepto de futebol deseja para a sua equipa. Mas, certamente, todos preferimos vencer. O Sporting hoje venceu, e isso é o mais importante. Aliás, na Madeira, este ano para o campeonato, vencemos os dois jogos, o que provavelmente já não acontecia há muito tempo.

A vitória nem oferece contestação, isto apesar da nossa fraca exibição. O que mais chateia é que tivéssemos nós carregado um pouco mais e o jogo tinha sido um autêntico passeio pela Madeira, dado o fraco futebol que o Marítimo apresentou e inúmeras debilidades.

Do jogo há muito pouco para falar porque a exibição é transversal a quase todos os jogadores, sendo que há duas notas que me parecem absolutamente importantes a realçar.

Patrício. Aos 4 minutos de jogo, Marega, extremo direito do Marítimo, isola-se e perante Patrício adivinhava-se o pior, mas o melhor guarda redes da Liga Portuguesa voltou a ser, mais uma vez, eficaz evitando o golo madeirense. Certamente a partida teria sido muito diferente se aos 4 minutos entrássemos a perder!

Ewerton. Substituiu Tobias Figueiredo, castigado, no eixo defensivo do Sporting ao lado de Paulo Oliveira. O central foi contratado no mercado de janeiro. Na altura um misto de reacções foi o que encontrámos quando assinou pelo Sporting. Boas memórias dele no Braga, mas as lesões e as últimas temporadas a deixar muito a desejar. Começou uma recuperação física, depois passou pela equipa B e hoje estreou-se a titular na Liga. Uma boa exibição. Em certos momentos da partida mostrou que a experiência, fruto da idade e da manha que se leva de muitos anos a jogar, são a sua melhor arma para lugar por uma posição no 11 do Sporting. Tobias vai ter competição e ainda bem para o Sporting.

Foram 3 pontos importantes para cimentar o terceiro lugar. Na próxima semana recebemos o Vitória num jogo em que além da vitória há contas para ajustar de uma exibição péssima em Guimarães.

Nota final para o muito público que esteve no estádio a assistir ao jogo. Estes últimos encontros na Liga Portuguesa, em alguns casos, tem sido com luz do dia, o público agradece e a Liga devia estar mais atenta impondo outros horários à televisão!

4 comentários:

Aboim disse...

Não foi de facto um jogo de encher o olho! Vi-o pela RTPi. Se não fosse aquela grande defesa do Patrício quase não havia história para contar. O penalty era penalty e, prontos, não se pode discutir nada para além do que o nosso mentor já contou! Vou agora assistir ao Trio de Ataque e ouvir mais alguns disparates. Não vi o jogo do FCP mas por certo que a expulsão do Fabiano vai ser discutida. Como nem sei como se passou e não verei imagens vou, simplesmente, encontrar boas razões para ir para a cama bem disposto! Espero eu! Durmam vocês também bem!

Aboim disse...

Antes de ir para a cama e tendo assistido ao Trio de Ataque aquí fica a minha análise ao programa de hoje! Espero haja alguém que diga ao Miguel Guedes que em bom portugués se diz "dêem" e não "deiam" e ao Rui Oliveira e Costa que "perca" é um peixe e que, em bom portugués, se diz "perda"! Não sei se é verdade mas já ouvi dizer que esses comentadores ganham à volta de 10000 Euros (por mês ou por programa) todas despesas pagas! E quem está a corrigir é uma pessoa ausente de Portugal há quase 50 anos! Não vou entrar nas discussões futebolísticas já que aí a "coisa" seria ainda pior!

Aboim disse...

Para quem me lê já terá notado que existem muitos erros nos meus dizeres e, se conhecerem o castellano, é fácil ver que são correcções do portugués em castellano introduzidas pelo próprio corrector ortográfico! Escrevo num teclado español! Preferiria ler melhor o que escrevo antes do "publicar"! Mas,por vezes, esqueço-me de o fazer! Também Hugo Gilberto se esquece de se lembrar que é um benfiquista que atingiu o posto que ocupa por ser benfiquista! É ele muitas vezes que emenda o que Gobern diz que muitas vezes se mostra incompleto e até contraditório! Mas, com alguma experiência, tudo isso se dissipa!

Aboim disse...

Terminado o TJ das 20:00 passei pelo Maisfutebol e li uma notícia ainda quente que rezava que um certo Bubacar Djaló (?) (de quem só tinha ouvido falar no Maisfutebol também pela sua ausência continuada da Academia) renovou o seu contrato pelo Sporting até 2020. Creio que o nosso mentor se tiver tempo e vontade poderia desenvolver com dados mais exactos do que aqueles de que disponho o que é que se passou. Dada a semelhança com o caso Bruma gostaria de ser informado da verosimilidade dessa semelhança e, já agora, alguma informação sobre quem esteve a sustentar o Bruma durante esse tempo. Eu tenho só a informação que o meu dedo mendinho me sussurrou a seu tempo mas, sabendo que o meu dedo mendinho já não é o que foi, começo por vezes a desconfiar dele.