Sporting 1-1 Porto :: na roleta dos pénaltis saiu-nos o prémio!



Uma saborosa vitória do Sporting na Taça da Liga. Sem euforias, sabendo perfeitamente que apenas vencemos, novamente, a quarta competição do calendário de futebol português, mas que soube muito bem.

Porque sabe bem?

Porque quando sofremos o golo ninguém acreditaria que o Sporting fosse capaz de vencer o troféu. Porque uma franja considerável de comentadores, que continuam a poluir a televisão portuguesa, fez o nosso funeral antes da nossa "morte". Porque foi uma vitória que mostrou a importância do VAR em Portugal, algo pelo qual o Sporting sempre batalhou e porque os jogadores sofreram muito para conseguir uma vitória, especialmente na segunda parte onde dois deles foram magoados, com Petrovic a jogar com o nariz que mais parecia o "Eau Rouge" de Spa-Francorchamps.

Vamos já directos ao jogo. Primeira parte muito disputada, não necessariamente bem jogada, mas foi o Sporting que esteve sempre mais próximo do golo. O Sporting fez 5 remates e o Porto 2, quatro deles foram ao lado da baliza e 1 um bloqueado, os do Porto foram todos fora da alvo.

Aos 15' a melhor oportunidade da primeira parte começou num erro de Vaná que Raphinha quase conseguia fazer golo, ao que o Porto apenas respondeu aos 39' num cabeceamento perigoso do André Pereira. O jogo não ia para o intervalo sem que Bruno Fernandes atirasse rente ao poste após livre directo. O intervalo chegou com o 0-0, mais posse de bola do Porto mas, sem dúvida alguma, mais oportunidades de golo para o Sporting.

A segunda parte é completamente diferente e com um domínio maior do Porto, territorial e evitando que o Sporting chegasse à sua área. Contribuiu para isso a lesão de André Pinto, a lesão de Petrovic que, apesar de tudo, se manteve até ao final do jogo, alterando completamente a nossa forma de jogar e dificultando as opções para Keizer.

Ao domínio do Porto, o Sporting não conseguia responder e a nossa terceira substituição surgiu tarde. O Porto marcou aos 79' e, sou sincero, nessa altura pensei que estaria tudo acabado. Estava longe de imaginar que aos 83' com Diaby em campo, a minha substituição teria sido Jovane, iríamos sofrer uma grande penalidade tão clara que utilizar o VAR envergonha João Pinheiro, o árbitro do jogo.

Apesar de tudo, sabemos que o VAR não transforma os maus árbitros em bons árbitros, mas é um facto que sem VAR nunca ganharíamos este troféu como acabou por acontecer.

A nossa vitória só não aconteceu de forma épica porque Vaná não deixou, pois aos 90' Bruno Fernandes deixa a bola em Raphinha que sozinho atira para a baliza para o guardião do Porto desviar para canto.

O Porto dominou a segunda parte, mas nem com esse domínio conseguiu mais oportunidades de golo que nós durante os 90 minutos. 

Nos pénaltis apareceu Renan, desta vez defendeu apenas um pénalti, mas o suficiente para, além dos falhanços de Militão e Felipe, voltarmos a vencer a Taça da Liga. Não vencemos nenhum jogo nos 90' nas duas últimas edições da Final Four da Taça da Liga que vencemos, mas também não perdemos!

Depois seguiu-se a festa natural quando se vence um troféu contra um grande como o Porto. Não há euforias e sabemos perfeitamente que vencer a Taça da Liga não diminui a vantagem para o Campeonato Nacional onde os dragões lideram com alguma margem.

Notas finais desta competição para alguns acontecimentos destes últimos dias.

Estive os dois dias em Braga, na meia final e na final, paguei 30 euros para ver os 2 jogos. Para uma competição menor como esta, é caro. Confirmando-se com as assistências dos jogos, não houve um único jogo desta final Four que tenha esgotado.

Depois foi ridículo que o vencedor do troféu recebesse o dito cujo numa tribuna que só os espectadores desse bancada puderam assistir. Num cenário de vitória do Porto 3/4 do estádio poderiam ver o capitão a levantar o troféu, num cenário de vitória do Sporting, como aconteceu, os mesmos 3/4 poderiam ver o Sporting levantar o troféu, mas 2/4 do estádio estavam vazios e aquele quarto que pagou como os outros não viu nada e foi necessário esperar que a equipa descesse para o relvado. Surreal!

Sérgio Conceição tem todo o direito de estar chateado com a derrota, agora achar que os adeptos são estúpidos é que já não faz sentido. Disse que o Porto não precisava de estar na entrega do troféu porque os jogadores do Sporting não precisavam dos jogadores do Porto para levantar o troféu e aguardo, porque parece-me que ainda não disse nada, que faça um comentário sobre a ridícula actuação do seu treinador adjunto contra um adepto do Sporting. Os hipócritas que dizem que o adepto do Sporting lançou determinados insultos, talvez se possam recordar do cântico proferido contra o Nani durante o jogo de ontem. As agressões de agentes desportivos, sejam eles quem forem, são para se repudiar sempre!

O Sporting voltou a conquistar a Taça da Liga, foi uma fantástica festa em Braga, tal como há 1 ano, com os amigos de cá e de todo o lado, a todos os amigos, vocês sabem quem são, o meu muito obrigado pelas duas noites vividas em Braga, Enchem-me o coração de Sportinguismo!

Comentários

Frederico disse…
"Não vencemos nenhum jogo nos 90' nas duas últimas edições da Taça da Liga que vencemos"
Não vendemos nenhum jogo nas Final Four, porque durante a fase de grupos tivemos algumas.


Só uma pequenos correcção que não afecta em nada o que está escrito e com o qual concordo.
Bancada de Leão disse…
Obrigado Frederico, falta isso mesmo. Vou emendar.

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A receita Bas Dost!