Sporting 2-1 Braga :: finalmente a vitória!

foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP/Getty Images


Ainda ontem dizia que precisávamos muito da vitória. Era importante e absolutamente crucial para que a equipa possa ganhar confiança para a exigente época que vamos ter pela frente. Eu quero que o Sporting ganhe sempre, nem deveria ser necessário dizer tal coisa, mas os tempos, por vezes no Sporting, são complicados e há necessidade de deixar bem clara as nossas convicções.

O Sporting venceu o Braga por 2-1 e foram os primeiros vinte minutos a selar uma vitória que foi complicada. Uma equipa adversária que vai a Alvalade rematar mais que nós e no parâmetro "dentro de área" atinge um número vertiginoso, faz-nos pensar muito sobre o que é possível fazer nos próximos dias antes de fechar o mercado. 

Claro que todos, diria que é, provavelmente, das poucas coisas unânimes no Sporting, sentem que o problema é Keizer e quanto tempo mais ficará à frente dos destinos do nosso clube. Estamos perante um caso de "Dr Jekyll and Mr Hyde", quase num fenómeno de múltiplas personalidades. Mas o que mais me assusta neste momento é que o próprio Marcel Keizer já percebeu isso e saberá que o seu destino pode já estar traçado. A única forma de o evitar é vencer sempre, estar na luta até ao fim, mas faltará alguma qualidade ao Sporting para atingir esse objectivo.

Comecei na semana passada a indicar por jogo os 3 jogadores que melhor estiveram em campo. É um bom exercício para colocarmos tudo em perspectiva que se passa no jogo e tomar, por vezes, decisões mais complicadas porque os três podem não chegar.

Ontem foram Renan, Wendel e Bruno Fernandes. E isso leva-me ao cerne da questão, no jogo de ontem, e do que iremos encontrar nos próximos jogos. Olhando para o nosso 11 titular, e se quisermos fazer outro exercício ainda mais complicado, quantos destes 11 jogadores (e até podemos incluir o banco de suplentes) são considerados absolutamente fundamentais para uma equipa com as aspirações do Sporting?

Eu diria que Bruno Fernandes, Mathieu, Coates, Acuña e Wendel não oferecem grande contestação e depois as apostas em Thierry, Luís Maximiano, Plata e Camacho. O resto ainda não mostrou ser absolutamente essencial, embora reconheça valor a Borja, Doumbia e Neto.

Ora, olhando para este cenário, que aceito que seja discutível, mas não mudará muito, entrará um ou sairá outro se formos falar com outros Sportinguistas, dá para questionar porque raio enviamos para fora da equipa Francisco Geraldes, Matheus Pereira, Dala, Daniel Bragança, Iuri Medeiros (que considero que até teve oportunidades) ou até Viviano (nem vou falar do Dost) ou, quem sabe, se parassem com teorias bacocas, um tal chamado de Alan Ruiz, que não me parece pior que o que por lá temos. Porque na realidade, mesmo não dispondo de todos os dados, e estamos apenas em cenários de suposição, a equipa não ficaria pior. Podia não ficar muito melhor, nunca saberemos, e isso é que assusta e nos leva ao que disse na semana passada após o empate diante do Marítimo, a falta de planeamento na preparação da nova época, a mais valia do Director Desportivo e, claro, no final da cadeia a competência do treinador, estão a custar-nos muita qualidade no plantel. Seja de recursos, seja na sua capacidade de os operacionalizar.

A competência de Keizer está a deixar muito a desejar. Não vou dizer nada de especial. A insistência em Diaby, uma autêntica nulidade no jogo de ontem, e um sinal claro na segunda parte quando o Braga tinha alterado completamente o seu figurino. O minhotos instalaram-se no nosso campo, o Sporting desceu as suas linhas para tentar os contra-ataques, mas fomos ineficazes. O golo adversário estava à vista, o Braga rematou mais na segunda parte que nós no jogo todo, e só nessa altura o nosso treinador mexeu e alterando para uma situação de 3 defesas, procurando manter o resultado, que naquele momento foi decisivo para manter a vitória. Mas isto só aconteceu porque uma determinada acção desencadeou a sua reacção. Keizer está amorfo!

O Sporting, tal como no ano passado, continua muito dependente do que Bruno Fernandes faz dentro de campo. E na evidente falta de qualidade para pelo menos constituirmos um 11 de qualidade, vamos sofrer muito para conseguir as vitórias que todos desejamos. O mercado ainda está aberto, tudo pode ainda acontecer, mas os sinais são fortemente preocupantes!


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A nova grelha da Sporting TV