quinta-feira, 21 de maio de 2015

Empréstimo obrigacionista correu muito bem!


Era de esperar que corresse bem a colocação do empréstimo obrigacionista por parte do Sporting. Pode-se dizer que foi um sucesso a forma como foi recebido pela comunidade e na base do que foi conseguido hoje, 2,57 vezes maior a procura que a oferta, a maior procura de sempre no clube, estarão certamente duas condições.

Com um juro de 6,25% é um produto financeiro bastante atractivo. Essa terá sido uma das importantes condições que levou a esta procura, por exemplo o do Porto, colocado nesta mesma altura, tinha como taxa de juro 5%.

A segunda, é claramente a confiança do mercado na gestão da actual direcção. Estamos a falar de um produto financeiro a 3 anos, e os investidores acreditam que a gestão rigorosa que a actual direcção do Sporting vai impondo, é importante para recolocar o Sporting numa posição financeira bem mais positiva que nos últimos anos.

terça-feira, 19 de maio de 2015

O frente a frente entre Marco Silva e Bruno de Carvalho!


Não tenho tido muita pachorra para comentar os últimos acontecimentos entre Marco Silva e Bruno de Carvalho. Não quer dizer que o assunto não me interessa, claro que interessa e que é importante para a vida do clube, mas neste momento apenas estou focado no final do campeonato e na importante final da Taça onde esperamos ver o Sporting regressar aos títulos.

No entanto, ontem, o Captomente, quem o segue nas redes sociais conhece os seus fantásticos vídeos, fez um texto de enorme qualidade no seu blog relativamente à última conferência de imprensa do Marco Silva e de Bruno de Carvalho. Está lá tudo aquilo que eu também penso que neste momento se passa, mais coisa menos coisa e é assim:

Sem mais demoras, eis o que depreendi da conferência de MS, de manhã em Alcochete, e de BdC, à noite em Alvalade:*

Sábado, 12h45m, Alcochete, Marco Silva:

"Não, não influencia nada [notícias]. Se vocês analisarem aquilo que é, o que tem sido a época, portanto, tem sido recorrente esse tipo de notícias, esse tipo de... o que nesta novela tem acontecido, estes tabus todos, não é de agora. Se não afectou em alturas em que foi muito mais evidente, em que atingiu proporções muito diferentes, e vocês sabem perfeitamente aquilo que nós estamos aqui a falar, portanto não é agora que irá afectar."

Sabem muito bem que eu e o presidente andamos às turras há meses, por isso já estou habituado.

"Não afecta absolutamente nada... dizer-vos que, neste caso, não é agradável, porque referiram-se diretamente ao meu nome e à minha vontade própria e naturalmente, tenho que vos dizer que aquilo é totalmente falso o que foi dito, a minha vontade ficou bem vincada há um ano atrás, onde assinei o contrato que assinei com o Sporting e aí ficou bem vinculada a minha vontade."

Só saio do Sporting se me pagarem a indemnização.

" Naturalmente, como qualquer clube e como qualquer empresa, iremos analisar no final da época aquilo que foi a época, como é normal, como todos os clubes fazem, não só o Sporting mas todos os clube fazem. Agora, tenho de vos dizer claramente que aquilo que foi dito, e estou a falar em relação ao meu nome e à minha vontade, é totalmente falso e daí estar a entrar neste caminho e nesta conversa."

Como disse, tenho contrato e só saio se me pagarem.

"Agora se afecta, claro que não afecta. Nós estamos bem cientes daquilo que é a nossa responsabilidade, é óbvio que para quem é sportinguista, não gosta de ver o que se tem passado nos últimos dias na comunicação social. Agora, o que eu lhes garanto, e sem a menor dúvida, que isto não vai afectar nada do que será o nosso rendimento, não vai afectar nada do que será o Sporting dia 31 de maio, que é aquilo que é importante, eu sei que para eles é muito importante... Não vai afectar em nada! Pode nos tornar ainda mais fortes, não tenham dúvidas disso. Podem crer que terão um Sporting forte, que é o que todos nós ambicionamos, todos os adeptos do Sporting ambicionam, isso vão ter de certeza absoluta. Isto não vai afectar absolutamente nada."

Apesar de todos os problemas que o nosso presidente tem causado, a equipa e eu estamos juntos e vamos vos oferecer a Taça de Portugal.

"Sim, mas isso não sou eu que tenho de estar aqui a vos responder a isso, como vocês devem calcular [se já não deveria ter vindo alguém dizer se MS continua ou não na próxima época]. Não sou eu nem nunca o farei, portanto.. nem é minha competência sequer fazê-lo. Não sou eu que tenho de dizer isso."

Terá de ser Bruno de Carvalho a despedir-me.

"Eu vejo duas formas, as notícias que vieram a público... uma, falei-vos em relação à minha questão pessoal, já disse claramente o que tenho a dizer. E vejo isto de duas formas: O meu trabalho terá de ser avaliado pela minha competência, por aquilo que foi o desenrolar de uma temporada. O meu trabalho... por quem dirige, pelos nossos associados e adeptos, e não vamos estar aqui a arranjar grandes alaridos, "que o Marco quer ir embora para as pessoas se virarem"... Não, esqueçam. P'rás pessoas se virarem contra o Marco... Não irão fazer, de certeza absoluta. De certeza absoluta."

Bem pode BdC andar a fazer o que quiser que não importa: os adeptos e os jornais gostam de mim.

"Porque o meu profissionalismo, o meu carácter, a minha personalidade, ficaram bem vincadas ao longo desta temporada. E nada disso irá afectar. Nada disso irá afectar. Se é normal, se não é... Já vos disse a vocês que, naturalmente, o presidente também já tornou público que não tem havido, ou que não existiu a tal reunião, não tem havido essa tal reunião, como é normal haverem reuniões ao longo da temporada, neste momento não tem acontecido. O presidente tornou isso público, não há como esconder."

O presidente anda a dar dicas para ver se me vou embora pelo meu próprio pé mas... tenho contrato.

"Em relação à minha vontade, já vos disse aqui aquilo que tinha a dizer em relação a isto, ficou bem expressa há um ano atrás, e neste momento não é importante falar mais sobre isso. Não vale a pena estarmos a falar mais sobre isso e não tem a ver com alimentar tabus ou deixar de alimentar."

Já disse que só saio se me pagarem!

"Já chega um pouco desta conversa, tenho-vos dito que para mim não é novidade, tem sido recorrente. Lembro-me que desde a 5ª jornada, desde a 5ª jornada, que oiço falar sobre isso... que teve o seu ponto mais alto, como vocês sabem, durante o mês de dezembro e janeiro, mas eu já oiço isso desde a 5ª jornada... Mas, dezembro e janeiro, um pouco levado ao extremo, com alguma "sacanice" pelo meio, sinceramente, se assim se pode dizer."

O presidente quis-me foder com aquela história do Zé Eduardo mas não conseguiu.

"Agora, neste momento não. Estou concentrado, toda a gente no Sporting está concentrada - o presidente falou há 3 dias e disse o que tinha a dizer em relação a isso - , toda a gente no Sporting está concentrada para este jogo. Os jogadores estão concentrados, e digo-vos mais: nada disto... se, se alguma questão aqui é para desestabilizar, nada disto irá desestabilizar. Nada, zero. Zero. Todas as pedras que possam chegar até aqui... não vão chegar. Pode nos tornar mais fortes e é isso que eu quero. E se for para isso, que continue a aparecer."

O presidente bem pode falar por ele ou mandar o Zé Eduardo que não importa, os adeptos gostam de mim.

20h35m, conferência de imprensa do presidente do Sporting, Bruno de Carvalho.

"Pensei muito, muito, antes de fazer esta intervenção. E pensei em todas as consequências que ela pode ter ou não. Acontece que sei que, uns vão falar que eu, com esta conferencia de imprensa, desestabilizo, outros vão dizer que estava numa altura de marcar uma palavra. Todas estas notícias com que temos sido bombardeados diariamente, são para nós um motivo de não podermos estar mais calados. Todas estas notícias que saem sobre o presidente do Sporting, sobre o treinador do Sporting, sobre atletas, sobre treinadores, obrigam-nos a que, de uma vez por todas, tenhamos de falar e falar aquilo que muitos querem ouvir."

Já 'tou farto que tu venhas mandar indirectas nas conferências de imprensa antes e depois dos jogos. Foi aquela na Madeira, hoje foi esta... Chega! Queres colocar os sportinguistas do teu lado à minha custa e isso não te admito!

"Sobre o futebol, quero relembrar algumas coisas. Desde o primeiro dia desta época, dei sempre, sempre, o meu apoio incondicional ao nosso plantel. E vou-vos relembrar algumas coisas que, infelizmente, as pessoas se esquecem. Fui eu que disse que tínhamos o plantel que queríamos. Fui eu que disse, várias vezes, que tinha muito orgulho no plantel que tínhamos. E fui eu que disse, várias vezes, que tínhamos objectivos e o objectivo [principal] era lutar para ser campeão. Isto significa que, desde o primeiro dia, a confiança é absolutamente total."

Desde o primeiro dia te disse que o plantel era este e mais os jogadores da equipa B. O projecto da equipa é construído a partir do plantel, não do treinador.

"Sei que vão querer logo falar de Facebooks. Não faz absolutamente sentido nenhum. Disse, claramente, e repito que aquilo que foi feito, foi feito num contexto de rigor e exigência mas também num contexto onde é importantíssimo não termos medo de comunicar aquilo que é o sentimento generalizado aos próprios sócios e adeptos. Relembro que sempre por sempre, apoiei o nosso plantel."

Deixem ser mariquinhas. O jogo em Guimarães foi uma vergonha.

"Relembro aos sportinguistas que o projecto Sporting, se calhar às vezes acham que ainda estamos há 2 anos atrás, onde os projectos eram nomes e chavões. Aqui, o projecto do Sporting tem mais de 120 medidas - era um programa eleitoral - e envolve todo o grupo Sporting e toda a sua gestão. E tem pilares base. Pilares esses que são, sem dúvida nenhuma, aqueles pilares que nós relevamos e que é conhecido de todos, em termos da avaliação de seja do que for, dentro do grupo Sporting, onde também o é, com certeza absoluta, o futebol. "

Tu não fazes cá falta nenhuma. Há outros treinadores disponíveis que encaixam neste projecto do Sporting.

"E relembro então algumas bases desse projecto que tem mais de 120 medidas. Relembro algumas: Rigor, Competência, Carácter, Lealdade e Hierarquia. São pontos absolutamente fundamentais em qualquer projecto e o Sporting não é excepção."

Não foste rigoroso, competente, és falso, traidor e desrespeitador.

"Relembro aos Sportinguistas também que na Assembleia Geral de 17 de janeiro, disse, sobre estas temáticas, que se um dia achasse que era altura de falar a sério sobre tudo aquilo que se tem passado este ano no Sporting, que o faria. E assim o farei. E os sportinguistas podem ter a certeza que o farei. No dia e no local que considero certos."

Depois da final da Taça de Portugal vou contar toda a verdade sobre ti.

"Faço minhas as palavras de hoje do Marco Silva, quando disse que, neste processo, longo, extenso, houve alguma "sacanice". Eu vou reforçar: houve muita "sacanice"."

És um grande sacana, Marco...

"Nessa data, vou explicar aos sportinguistas como funcionam esta coisa das "fontes" jornalísticas. Relembro, que neste processo todo, que tem meses, só houve um alvo. Só houve uma pessoa que sofreu humilhações diárias, críticas... fui eu, presidente do Sporting Clube de Portugal, e com isso, o próprio Sporting. Tudo o que se fala sobre este processo, as pessoas teimam - e é por isso que depois vou explicar, no dia e local certo, aos sportinguistas, como funcionam as "fontes" jornalísticas -, um alvo. Quero vos dizer que, várias vezes, durante este processo, eu, como presidente do Sporting, já me pronunciei. Várias vezes, neste processo, eu já me pronunciei. Já me pronunciei sobre jogadores, já vos expliquei, já me pronunciei sobre o treinador, já me pronunciei sobre o passado, o presente e o futuro, mas realmente, as ditas "fontes" teimam em levar os jornalistas e os sportinguistas sempre para o lado do ataque ao presidente do Sporting.

Depois da final da Taça de Portugal, vou contar aos sportinguistas que afinal eras tu e o teu empresário passavam informação aos jornais e que andavam a dizer aos jornalistas que eu interferia no teu trabalho e mais não sei o quê.

"Quer que os sportinguistas entendam que quando os assuntos são importantes, vale a pena fazermos um exercício que não é muito difícil. Que é: quem beneficia desse mesmo assunto? Se nos esforçássemos todos a fazer este exercício, se calhar alguma luz se fazia no espírito das pessoas. Quero relembrar todos que Portugal é um país muito pequeno. Que a certa altura, todos ficamos a saber tudo. Quem almoça com quem, quem janta com quem, quem toma café com quem, quem se encontra com quem, quem liga aos jornalistas, quem se encontra com comentadores... Tudo se sabe neste país. Quero vos dizer o mesmo que diz o povo: a mentira tem perna curta. E alguém anda a mentir e muito, aos sportinguistas!

O único que sai bem da fotografia, quer o Sporting ganhe ou perca a final, quer fique ou saia do Sporting, és tu, Marco. Mas deixa estar que eu vou-te foder: vou contar a toda a gente com quem é que o teu empresário andava almoçar. Vou desmentir-te em público em frente aos sportinguistas!

"Quero relembrar também que muitos têm sido os sportinguistas que, quem sabe, talvez também influenciados pelas ditas "fontes", se andam a pronunciar em bicos de pé sobre o que não sabem nem procuram, junto do clube, saber. Quando tudo ficar esclarecido, e ficará, sem dúvida nenhuma, - continuo a dizer, no momento certo e no local certo -, fique já claro para essas pessoas que os sportinguistas ficarão, mais uma vez, a perceber qual é o seu entendimento sobre sportinguismo e porque é que muitos deles não deixam de ser apelidados de papagaios."

Já disse: depois da final da Taça de Portugal, vou desmascarar certos papagaios do Sporting que continuam por aí a palrar.

"Quero vos relembrar que o Sporting tem dois jogos importantíssimos para o campeonato nacional. Dois jogos que os jogadores do Sporting, que os adeptos do Sporting, têm de tomar como duas finais. Têm de tomar como, o Sporting Clube de Portugal não pode, porque infelizmente já não pode, passar para um lugar mais à frente e está sossegado porque não pode cair nenhum lugar, não podemos deixar de olhar para estes dois jogos com a importância que eles têm. Dois jogos importantes para demonstramos aos nossos sócios e adeptos, de que esses, sim, merecem todo o nosso respeito e todo o trabalho que fazemos, 24 horas por este e neste clube, é isso que neste momento, devemos ter o enfoque."

Os jogos com o Nacional e com o Estoril foram uma vergonha. Respeitem os sócios e adeptos do Sporting que são quem vos paga os salários. Encarem os jogos a sério e não como se fossem jogos de pré-época. Infelizmente, são apenas jogos que valem pontos e não títulos porque alguém não trabalhou tanto e como devia. Sim, estava a falar para ti, Marco.

"É numa Taça de Portugal no dia 31, onde não há vitórias antecipadas, onde só com trabalho e humildade nós podemos atingir esse objectivo. O Braga é uma equipa forte e os jogadores do Sporting têm de estar absolutamente concentrados naquilo que é a sua missão. Naquilo que é a sua profissão, porque os jogadores são profissionais."

Livrem-se de não ganhar a merda da Taça.

"É neste momento que quero acabar de transmitir isto aos sportinguistas. Em profissionais não há desestabilização. Em profissionais não há assuntos que desestabilizem. A entrada e saída de jogadores é perfeitamente normal em qualquer plantel. A entrada e saída de treinadores é perfeitamente normal em todos os plantéis."

Repito: livrem-se de não ganhar a Taça. Não há desculpas.

"Aqui [neste assunto em particular] há uma tentativa clara de desestabilização mas a desestabilização de uma pessoa só, do presidente do Sporting Clube de Portugal. E continuo e dizer, quem tente desestabilizar o presidente do Sporting Clube de Portugal, claro que atinge todo o Sporting Clube de Portugal, os seus sócios e os seus adeptos. E esses merecem respeito. E esses merecem não ser enganados."

Andas-me a foder com uma pinta do caralho e ao mesmo tempo, enganas os sportinguistas.

Bónus:

"Aquilo que eu gostava que as pessoas tivessem noção que, quando eu olho para um programa de televisão e vejo um contador - um contador! - que conta os dias para iniciar a preparação da próxima época, quero dizer que já expliquei que Portugal é muito pequenino e que sabemos tudo. O presidente do Sporting e os orgãos sociais do Sporting que estão aqui, também sabem tudo."

Tu até com o Rui Santos andas a falar, caralho! Tu e/ou o teu empresário!

E aquilo que eu lhe digo [ao jornalista] é que a seguir à minha entrevista [na Sporting TV], por coincidência, a seguir à minha entrevista, estive reunido na SAD com a administração e o com director de futebol, e começámos, todos, a fazer a preparação na próxima época. Portanto, o contador, se calhar, não está certo como não está certo a maior parte das coisas que vocês dizem todos os dias, repetindo, massacrando... mas continuo a dizer, não há dúvida nenhuma, de que as "fontes" têm que ser poderosas. A seu tempo, serão explicadas."

Já estou a preparar a próxima época, pá. Não sejam estúpidos. Mas deixa lá que no final vou meter a boca no trombone.

*Nota: foi o que eu depreendi, deduzi, não significa que concorde ou deixe de concordar com tudo o que se está a passar.

domingo, 17 de maio de 2015

Sporting 4-1 Braga :: sócios e adeptos de parabéns!


Vencemos sem grandes complicações apesar do golo cedo do Braga. O Sporting nunca sentiu a pressão de vencer o último jogo em Alvalade esta época, não havia nada para conquistar a não ser, e obviamente muito importante, uma vitória diante dos nossos adeptos.

O jogo foi vencido de forma categórica por 4-1 com golos de Adrien (bisou), Tobias e Slimani.

Não vou fazer crónica sobre o jogo, apenas alertar que o Braga que hoje facilitou tanto, não será o mesmo do dia 31 de Maio. Certamente nesse dia e com outras condições o Sporting terá de jogar com a mesma qualidade de hoje e acima de tudo com muito profissionalismo, este último factor é vital para o sucesso que todos desejamos!

Não vou falar muito mais do jogo porque quero falar dos adeptos/sócios do Sporting que marcaram presença em Alvalade. Hoje foram 36.912 que fizeram atingir a melhor média de sempre em Alvalade desde que estamos no estádio novo. Obrigado e parabéns!

Os adeptos Sportinguistas, em Alvalade e fora, foram absolutamente incríveis no apoio ao Sporting. Não houve, que me lembre, um único jogo onde a equipa não se sentisse apoiada. E não foi fácil, basta ver por exemplo os 10 empates que temos esta época. 

Os Sportinguistas foram sempre o décimo segundo jogador e nunca faltaram ao compromisso com o clube: apoiar, apoiar e apoiar!

Há muito tempo que não se via disto em Alvalade e apesar de estarmos bem longe do objectivo que todos quereriam no final da época, o campeonato, cumprimos e bem com o nosso papel enquanto amantes do clube.

Há ainda dois jogos pela frente, em Vila do Conde e no Jamor. O apoio será o do costume: pelo Sporting tudo!

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Entregues à "bicharada"!


Esta semana tem sido fantástica para colocar a nu a vergonhosa direcção que o Sporting teve antes de Bruno de Carvalho. É incrível que tenhamos de falar constantemente do passado, mas o que se passou no Sporting nos últimos anos de Godinho (e de José Eduardo Bettencourt) chega a ser anedótico.

Afinal o "Coreano" era outro. Bruno de Carvalho que é apelidado desta forma por aqueles que só conseguem ver os erros que ele comete, porque os comete, é óbvio, afinal é um "anjinho" quando comparámos com Godinho Lopes.

O ex-Presidente do Sporting confirmou que deu a ordem para "espiar" os jogadores do Sporting. Actos dignos da Coreia do Norte perpetrados por alguém que está hoje a braços com a justiça e que, vamos a ver, se o Sporting não sofrerá consequências quando chegarmos à história do Cardinal.

Hoje, ficámos a saber que um dos "pais" das anteriores reestruturações financeiras fracassadas do Sporting, o homem que em 2013 afiançou que o Sporting com Bruno de Carvalho ia acabar, disse, e faço um esforço para não o insultar, que "assinou sem ler o contrato" das espiadelas!

O clube pagava 8 mil euros por mês para esta acção de vigilância.

Foi ainda mais longe ao dizer que o contrato foi-lhe entregue para assinar por Carlos Barbosa. Sim, o "Rei dos Reboques", uma das piores figuras que passou no clube, que colocou muita gente no Sporting para os seus favores pessoais, uma delas até esteve de baixa durante uns tempo para desaparecer de forma controlada, que disse que o mandato de Bruno de Carvalho ia ser curto e que "é um garoto sem condições para gerir o clube".

Era a esta gente que o Sporting estava entregue. Agora venham-me cá falar do Bruno de Carvalho, da parecença com o Vale Azevedo que mando-vos a um sítio onde esta gente já devia estar há muito!

terça-feira, 12 de maio de 2015

Labyad quer renovar com o Sporting


"O Sporting vai renovar o meu contrato e eu quero ficar lá. Eles vão jogar na próxima temporada na pré-eliminatória da Liga dos Campeões, então eu gostaria de experimentar porque nunca joguei na Liga dos Campeões. Tive uma conversa com o presidente e vou ter uma chance."

Palavras do jovem jogador aqui. Considerações sobre o seu regresso mais tarde, numa altura mais oportuna.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

A exigência de alguns Sportinguistas!


A exigência de alguns Sportinguistas muda consoante a sua intenção de atacar a actual direcção. Não se revê em fundamentos concretos, nem na vontade de querer ou ter a intenção do melhor para o clube. Criticar, de forma simples, será sempre mais fácil.

Aqui há uns meses atrás, a formação do Sporting, onde se inclui a equipa B, era uma miséria. Um desastre total, uma ruína que poderia, quem sabe, acabar com o clube, a fazer fé nalguns. O Sporting estava na pior época de sempre do seu longo historial no que a "jovem jogadores" se referia. O caos tinha tomado conta da Academia. A forca era pedida para os seus dirigentes.

Disse-o várias vezes que havia muito para consertar, decisões para tomar em relação ao que por lá se fazia, mas nunca embarquei pelo fundamentalismos dos "carreira" de alguns. Lá está, criticar é fácil, e de um momento para o outro, a formação tomava conta das prioridades de alguns. Dava jeito.

Diziam, que era a exigência!

Agora tudo anda mais calmo. O Sporting até pode ser campeão em iniciados e juniores, a equipa B caminha para o melhor ano de sempre (sem ir ver aos registos estatístico). Já não se ouve falar da exigência!

Durante as últimas semanas muitos questionaram sobre os resultados da auditoria. Mas, os da exigência na formação que acima retratei, que desconfiam de tudo que o Vale Azevedo de Carvalho faz, queriam a toda a força saber o que diz a Auditoria. Palpita-me que grande parte só está interessado para poder dizer "eu avisei que não dava em nada".

O Sporting, reagiu e bem, e lançou hoje um comunicado a explicar que a exigência de um trabalho desta natureza levou aos atrasos que estão à vista de todos. Os da exigência da formação, agora não querem saber da exigência na auditoria. Como diz o texto, "Exigência que, perante a complexidade da natureza dos trabalhos realizados, condições de armazenamento e arquivamento do diverso material, necessidade de exaustivo cruzamento e partilha de informações e inerentes dificuldades de acesso a algumas fontes de informação, são as razões apresentadas pela empresa Mazars"

Exigência ou não, esta direcção vai pelo menos trabalhando para completar mais uma promessa efectuada na campanha. E isso, os da exigência não se recordarão das direcções passadas, porque as promessas normalmente feitas nessa altura eram pouco exigentes e raramente cumpridas.

A exigência não vai do 8 ao 80, assim como a formação não está perfeita, nem a auditoria completa, há a certeza porém que os resultados falarão por si. A exigência, apesar de tudo, voltou a Alvalade e estou confiante que ninguém fugirá à sua avaliação!


domingo, 10 de maio de 2015

Estoril 1-1 Sporting :: o melhor no jogo? As claques!


O Sporting vai ficar em 3º lugar no campeonato nacional de 2014/2015. Está fechada a classificação em relação a nós e matematicamente já não saímos dessa posição. Mas essas contas serão para a avaliação no final da época, certamente que uma equipa com 10 empates não pode ser campeã.

Ontem estive no Dragão Caixa a ver o primeiro jogo da final do campeonato nacional de andebol entre Porto e Sporting. O jogo foi a prolongamento e perdemos. Os jogadores deixaram tudo em campo e no final os adeptos reconheceram-no. Se o futebol do Sporting fosse metade do que é o Sporting nas modalidades, não estaríamos certamente hoje a fazer um texto sobre a miserável prestação este final de tarde no empate diante do Estoril.

O futebol, no que concerne em questões como identidade, esforço, dedicação, ambição, terá muito a aprender com o hóquei, andebol, futsal e algumas mais.

Jogámos mal, a primeira parte é fraca e chegar ao intervalo a perder até acaba por ser injusto. Isto porque o Estoril fez pouco para merecer marcar algum golo, foi mais o que o Sporting não fez que nos levou a este resultado.

A segunda parte manteve a direcção da baliza de Kieszek que não evitou o golo de Ewerton, mas segurou o ponto para os da casa quando Tanaka cabeceou para o que seria o justo 1-2. Sim, apesar de um fraco jogo, o Sporting fez mais por vencer que o seu adversário.

O que me leva a outro ponto. Não tendo aqui nenhuma estatística que suporte o que vou dizer, parece-me que fizemos melhores jogos, logo melhores prestações futebolísticas, em quantidade pelo menos, no tempo de Leonardo Jardim que agora com Marco Silva. O Sporting de Marco é muito perdulário. Nós até temos menos derrotas que o futuro campeão nacional, mas temos tantos empates ao nível de uma equipa do meio da tabela ou de um Gil Vicente que está para descer.

Uma coisa é certa, o melhor do jogo no António Coimbra da Mota foram as claques do Sporting, ninguém as calou e isso tem sido uma constante esta época. Desde o primeiro minuto a apoiar. A equipa é que raramente correspondeu!