quarta-feira, 19 de julho de 2017

Sporting 1-2 Marselha

foto: Record

As derrotas do Sporting na pré-época, especialmente em terras Suíças, chateiam, essencialmente, os adeptos que se deslocam a estes jogos, normalmente, emigrantes, que pagam uma fortuna para ver estas partidas e para estarem mais próximos do clube, coisa que normalmente é rara. Por eles ficarei sempre chateado.

De resto, e dividindo a pré-época em duas partes, preocupava-me mais se isto acontecesse para lá do dia 22, ou seja, quando nos estamos a aproximar do momento em que é necessário o Sporting começar a ter rotinas de jogo, um 11 titular base e jogadores em boa forma. No próximo sábado começa um ciclo de 4 jogos em que Jorge Jesus tem de afinar a equipa para as competições oficiais.

Do jogo de ontem fica a sensação que Pedro Silva pode ser o terceiro guarda redes e que Podence luta pelo lugar no 11 titular. De caras!

domingo, 16 de julho de 2017

Sporting 2-3 Basileia


Terceiro jogo na Suíça e segunda derrota consecutiva. Ainda que os resultados não sejam o mais importante, o Basileia começa em breve as competições oficiais e por isso em melhor forma física que o Sporting, ontem defensivamente foi um desastre.

Jug continua a ser a preferência nestes jogos de pré-época, infelizmente, é um guarda redes que há 2 anos que se percebe não ser opção para o Sporting.

Jorge Jesus voltou a experimentar o 3-4-3, como tinha acontecido nos últimos minutos contra o Belenenses, colocou muita juventude em campo e não insiste em Francisco Geraldes, que está a tornar-se o tema principal da pré-época Sporting 17/18 desnecessariamente. Por ambas as partes: treinador e adeptos. 

Terça feira novo jogo, desta vez em França, diante do Marselha.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sporting 0-3 Valência


No terceiro jogo de pré-época, 24 horas depois da vitória contra o Fenerbahçe, Jorge Jesus repetiu 8 jogadores para defrontar o Valência. A derrota aconteceu de forma esperada, por 3-0, o cansaço mais que visível explica alguma coisa mas não tudo.

Como não sou treinador e não percebo bem a necessidade deste segundo jogo, de forma consecutiva, mesmo que seja para criar rotinas e sabendo que em breve a competição oficial começa, já não vi a segunda parte porque imaginei como seriam os segundos 45 minutos. O Sporting apenas trocou 6 jogadores (o Valência 10) e não houve grandes novidades.

A discussão nos próximos dias, ou pelo menos, até amanhã ao jogo com o Basileia vai passar entre a bipolaridade de alguns Sportinguistas e o teimosia de Jorge Jesus em relação a Francisco Geraldes.

Aguardemos, serenamente, pelos próximos capítulos.


quinta-feira, 13 de julho de 2017

Sporting 2-1 Fenerbahçe

Foto: Álvaro Isidoro / Global Imagens

Segundo jogo do Sporting na pré-época, primeiro na Suíça diante do Fenerbahçe e vitória por 2-1 com golos de Bas Dost e Doumbia.

Primeira parte com agradáveis exibições de Dost, obviamente, Coates, Bruno Fernandes e Iuri. Na segunda tivemos Doumbia, Podence e Gelson Dala a mostrar serviço.

Hoje há novo jogo diante do Valência e mais testes para Jorge Jesus fazer.

terça-feira, 11 de julho de 2017

Bryan Ruiz devia entrar nas contas do Sporting


Ontem quando ficámos a conhecer os jogadores do Sporting convocados por Jorge Jesus para o estágio na Suíça, com a respectiva numeração, pessoalmente custou-me ver ficar de fora o Bryan Ruiz.

O internacional costa-riquenho está a disputar com a sua selecção a Gold Cup e o regresso estaria agendado apenas para o final do mês. O número 10 foi atribuído a Alan Ruiz, no entanto, há outros jogadores que também estão fora, devido a férias, por exemplo, e ainda não têm número, mas é no mínimo estranho que o Bryan Ruiz perca o número, importante, e que, a fazer fé nas notícias dos desportivos, já estará informado pelo SAD que é livre de procurar novo clube.

Eu sou um apaixonado pelo futebol de Bryan Ruiz. Adorei a sua contratação, aliada ao facto de possuir características técnicas que não encontrávamos no plantel do Sporting. Provavelmente, actualmente ainda não encontramos. A classe de Bryan em campo foi uma mais valia na época 15/16. Além disso, fora do relvado é um senhor. Coisa cada vez mais rara de se encontrar no futebol moderno e é um jogador inteligente.

O Sporting não é uma misericórdia. Ficamos já esclarecidos neste ponto. Nem pode olhar para os seus jogadores como actos de caridade. Excepções apenas para casos em que alguma tragédia aconteça com algum deles. Portanto, podemos aceitar de forma directa ou como um supostos acto de gestão desportiva que o jogador não tenha espaço a titular no Sporting. Consigo perceber isso, acho que, no entanto, isso é ver o meio copo. Quando ainda há outra metade!

O Bryan Ruiz ficará para sempre marcado como o jogador que falhou o golo que deu o título ao Benfica na época 15/16. Esse estigma não é possível retirar porque os adeptos, ou uma parte significativa deles, assim decidiu. Algo errado e já explicado por diversas vezes em tantos textos no passado, porque olhar para esse lance, e só porque foi com o Benfica, é esquecer tantos outros falhanços que aconteceram a outros jogadores do Sporting e ninguém hoje se lembra. 

Curiosamente, a título pessoal, recordo-me mais vezes do falhanço do William Carvalho em Guimarães na jornada anterior ao derby, que empatámos a zero, do que o lance do Bryan. E ambos vi ao vivo e mesmo à minha frente.

Quando em Março deste ano Bruno de Carvalho sustentou que vender o Bryan Ruiz não passava pela cabeça dele e depois se avança para a abertura de uma escola na Costa Rica, pensei, concordei e aceitei que estávamos a trilhar um caminho para o jogador que é tão importante e pedagógico e que, muitas vezes, demasiadas, no nosso clube, se esquece. 

Criar uma certa cultura desportiva que vai passando de geração em geração, e que, muitos já me viram apregoar por aqui, por exemplo, quando peço que Rui Patrício tenha um contrato vitalício com o Sporting.

Tal como disse em cima, aceito que o Bryan Ruiz, provavelmente, não tenha lugar como titular no clube, embora os possíveis substitutos ainda tenham de provar o contrário, mas no banco, na exigência que se pede a um clube como o Sporting, até pela quantidade de provas em que estamos envolvidos, teria certamente uma palavra a dizer, ainda. Isto na minha mais sincera opinião, sem com isso querer lançar algum tipo de confusão e aceito que Jorge Jesus e, claro, Bruno de Carvalho, sintam que é altura de dar novo destino ao jogador.

Aceito que o rendimento, principalmente da última época, seja uma das razões para a sua saída, embora no Sporting do ano passado quase ninguém rendeu o suficiente, já a questão do salário tenho algumas dúvidas porque, certamente, comprando menos entulho e despachando algum, seria o suficiente para manter um jogador com o nível de Bryan Ruiz.

Mas às tantas estou a ser romântico, e parvo, demais na avaliação sobre o jogador. Aceito isso para defender a ideia que Bryan Ruiz devia entrar nas contas do Sporting para a época 17/18!

sábado, 8 de julho de 2017

Sporting 1-1 Belenenses

foto: Sporting

O Sporting realizou ontem o primeiro jogo da pré-época (contra o Cova da Piedade foi incluído num treino) diante do Belenenses no Algarve. O resultado foi um empate a 1 golo, o Belenenses marcou primeiro, ainda no decorrer da primeira parte, o Sporting empatou no segundo tempo com golo de Leonardo Ruiz.

Ainda muitas ausências na equipa Leonina, ainda assim foi possível ver Piccini, Battaglia, Mattheus Oliveira, Bruno Fernandes e Leonardo Ruiz evoluírem em campo.

Próximo jogo será em solo Suíço, durante o estágio que irá decorrer nesse país, dia 12 de Julho diante do Fenerbahçe.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Sporting inicia Liga Portuguesa em Aves e o sorteio 17/18

imagem: @Sporting8Bit


O Sporting vai iniciar o campeonato nacional época 17/18 em Vila das Aves. A primeira jornada da Liga Portuguesa ditou uma das setes deslocações a norte na primeira volta, onde ainda iremos a Guimarães, Santa Maria da Feira, Moreira de Cónegos, Vila do Conde, Paços de Ferreira e Porto para defrontar o Boavista.

O primeiro clássico joga-se na jornada número 8 diante do Porto em Alvalade e a deslocação à Luz acontecerá em Dezembro na jornada número 16, a penúltima da primeira volta.

Entretanto o tema do dia foram os condicionalismo do sorteio.

Ponto prévio, sou a favor do sorteio puro. Não há cá regras de não jogarem os grandes nas primeiras jornadas e a afins. O que gostava mesmo era o seguinte, como em Inglaterra:

1ª volta - sorteio puro e definição total do calendário dos jogos;
2ª volta - novo sorteio e definição total do calendários dos jogos.

Como cá, os condicionalismos vão sendo regra, este ano houve mais duas novidades para facilitar um pouco a vida a Sporting, Braga e Marítimo.

fonte: Maisfutebol



No caso do Sporting, as três primeiras jornadas do campeonato são jogadas a um ritmo frenético, em 11 dias.
Ou seja, o Sporting em 13 dias irá fazer 5 jogos:

Jornada 1 da Liga
9 Agosto - Aves x Sporting

Jornada 2 da Liga
13 Agosto - Sporting x Vitória FC

Pré-Eliminatória Champions
15 Agosto - 1ª mão

Jornada 3 da Liga 
20 Agosto - Vitória SC x Sporting

Pré-Eliminatória Champions
22 Agosto - 2ª mão

Por comparação com a época passada, o Porto fez em 11 dias 4 jogos, no caso da Liga Portuguesa as jornadas espaçadas por 8 dias.

Começo complicado para o Sporting que em 5 jogos irá efectuar 3 deslocações e 1.600 kms já estão garantidos.